LQFEx comprova padrões de qualidade na cadeia produtiva de medicamentos junto à Vigilância Sanitária.

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 26 set 2017

Rio de Janeiro (RJ) – No período de 11 a 15 de setembro, o Laboratório Químico-Farmacêutico do Exército (LQFEx) foi inspecionado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pela Vigilância Sanitária do Estado do Rio de Janeiro (Visa-RJ). A inspeção ocorreu em toda a cadeia produtiva de sólidos orais (comprimidos e cápsulas) do Laboratório e, devido aos bons resultados, o LQFEx obteve renovação do Certificado de Boas Práticas de Fabricação (CBPF).

Na oportunidade, os órgãos fiscalizadores também concederam o Certificado à Área 1800 do LQFEx, um local específico utilizado para a produção de Rifampicina, um importante medicamento para o combate à tuberculose e profilático de meningite bacteriana, fabricado e distribuído pelo Exército, em nível nacional, em parceria com o Ministério da Saúde, para atendimento aos Programas Estratégicos para Doenças Negligenciadas.

A inspeção, que verifica o fiel cumprimento da legislação sanitária, em especial a RDC-ANVISA nº 17/2010, ocorreu em todas as áreas da indústria, desde a qualificação, aquisição, obtenção e armazenagem dos insumos, passando pela fábrica, controles de qualidade em cada etapa do processo produtivo, até a sua expedição ao consumidor final.

Com essa Certificação, os órgãos reguladores atestam o sistema de Garantia da Qualidade implementado pelo LQFEx, assegurando que os produtos sejam consistentemente produzidos e controlados, com padrões de qualidade adequados para o uso pretendido e requerido pelo registro. O Certificado autoriza, ainda, a continuidade do funcionamento das linhas de produção do Laboratório.



Fonte:LQFEx