BRABAT 26 adestra seu Destacamento de Resposta Inicial em desastres

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 26 jul 2017

Porto Príncipe (Haiti) – O BRABAT 26, responsável pela desmobilização do contingente brasileiro desdobrado no Haiti desde 2004, tem mantido um efetivo mínimo em atividades operacionais, conforme diretriz da MINUSTAH. Nesse contexto, uma das frações preparadas em reconhecimento e análise de desastres, o chamado Destacamento de Resposta Inicial (DRI) tem sido empregado de maneira proativa como forma de levantar dados para o componente militar da MINUSTAH, proporcionando melhores condições para seu emprego, caso o Haiti seja atingido por um furacão, cuja temporada ocorre de junho a novembro. 

Após o reconhecimento no sul do Haiti no mês de junho, o DRI foi agora desdobrado por meios aéreo e terrestre na região norte do país, no período de 8 a 12 de julho de 2017, com foco principal nas localidades de Gonaives e Port de Pax. O emprego dessa fração constituída por militares especializados do BRABAT 26, tem permitido testar uma doutrina em concepção.

Com um efetivo variável de aproximadamente 30 militares, os quais puderam receber, ainda no Brasil, instruções e conhecimentos da Escola de Defesa Civil do Estado do Rio de Janeiro (ESDEC-RJ), o DRI tem sido apresentado a civis e militares da ONU e do Haiti com o nome de Disaster Assessment Team (DAT) , o qual também recebe apoio em conhecimento científico de professores e alunos do curso de Mestrado em Segurança e Defesa Civil (gerenciamento de desastres), conduzido pela Universidade Federal Fluminense (UFF).



Fonte:BRABAT 26