Jornalistas e assessores de imprensa participam de estágio no CCOPAB

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 03 jul 2017

Rio de Janeiro (RJ) – Capacitar jornalistas e assessores de imprensa a exercerem suas atividades profissionais em ambientes de conflitos armados ou missões de paz sob a égide das Nações Unidas foi o objetivo de estágio realizado pelo Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB) entre os dias 19 e 23 de junho. Sob a supervisão do Centro de Comunicação Social do Exército (CComSEx), o Estágio de Preparação para Jornalistas e Assessores de Imprensa em Áreas de Conflito (EPJAIAC) contou com a presença de 38 profissionais de imprensa, de todas as regiões do Brasil.

A rotina de trabalho no Estágio foi intensa, com diversas atividades teóricas e práticas. A abertura foi feita pelo Comandante do CCOPAB, que apresentou o Centro e as atividades realizadas em prol da preparação de militares, policiais e civis para participarem de missões de paz. Ainda no primeiro dia, o jornalista Ari Peixoto, da Rede Globo, apresentou palestra acerca de suas experiências em áreas de risco no Rio de Janeiro e no exterior, destacando a segurança como principal fator na prática jornalística.

A Jornalista Vera Araújo, do Jornal “O Globo”, trouxe suas experiências profissionais e dificuldades enfrentadas em coberturas em locais perigosos. Já a Promotora Najla Palma abordou os Direitos Humanos e Direito Internacional Humanitário em sua palestra.

Os Centros de Comunicação das três Forças Armadas estiveram presentes no Estágio. Cada Força apresentou seu Centro de Comunicação e as ações empreendidas. O próprio Chefe do CComSEx, General de Divisão Otávio Santana do Rego Barros, ministrou palestra aos estagiários, expondo o que é feito pelo Exército em ações voltadas à Comunicação Social, em especial no relacionamento com a imprensa

Diversas atividades práticas foram realizadas. Os estagiários participaram de instruções como: primeiros-socorros; progressão em áreas de risco; conduta em estruturas colapsadas; combate a incêndio; procedimentos em campos minados; comunicação e negociação; defesa química; efeito de armas de fogo; e preparo de ração operacional. A fim de praticar as instruções ministradas, um exercício no terreno foi montado na noite do penúltimo dia de Estágio, em sistema de oficinas.

A Escola de Instrução Especializada, o Centro de Avaliação de Adestramento do Exército, o Centro de Instrução Especializada de Bombeiros e a Companhia de Precursores Paraquedistas apoiaram as atividades práticas.

Coroando o EPJAIAC, o Estágio teve palestra com Rodrigo Pimentel, ex-capitão da Polícia Militar do Rio de Janeiro e assessor de segurança, como última atividade antes da cerimônia de diplomação.



Fonte:CCOPAB