Simulação de combate: Exército materializa tendência global


Publicação: Seg, 19 Jun 2017 16:13:00 -0300

Brasília (DF) – O Exército Brasileiro tem investido, com mais frequência, nos últimos anos, em sistemas de simulação que permitem capacitar militares em diferentes aéreas, racionalizando recursos e trazendo mais possibilidades aos treinamentos. O Comando de Operações Terrestres (COTER) possui, em sua 1ª Subchefia, uma Divisão de Simulação de Combate, responsável por gerenciar o Sistema de Simulação do Exército com foco no preparo da Força Terrestre.

De modo geral, durante as simulações, os militares participam de representações artificiais de atividades ou eventos reais. Para isso, podem ser utilizados sistemas informatizados, mecânicos, hidráulicos ou a combinação desses sistemas. Além disso, as simulações podem ser “vivas”, com pessoas e sistemas reais; “virtuais”, com pessoas reais e sistemas virtuais; e “construtivas”, com tropas e sistemas simulados.

Utilizar simulações no adestramento é uma tendência mundial da área de defesa. Segundo o Major Reynaldo Cayres Minardi Júnior, da Divisão de Simulação de Combate do COTER, embora não substituam os treinamentos reais, as simulações possibilitam que o militar, sendo treinado, precise repetir menos vezes a atividade, gerando mais segurança e menor desgaste dos equipamentos, por exemplo.

“Haja vista a quantidade de recursos tecnológicos que são empregados hoje em dia nos armamentos, equipamentos e viaturas, a gente não pode se dar ao luxo de partir para o treinamento real sem que aquele militar tenha o mínimo de capacitação”, enfatiza o Major. Exemplo disso são os simuladores utilizados para treinar motoristas para viaturas Guarani e os simuladores de tiro.

Outros benefícios do uso de simulações são a redução do impacto ambiental e os múltiplos cenários que podem ser criados no ambiente virtual para treinar os militares em diversas funções e no apoio à decisão, com ferramentas de análise. “Imagina a dificuldade de movimentar tropas, viaturas, equipamentos para o interior de um ambiente urbano. A gente consegue fazer isso no sistema de simulação”, ilustra o Major Cayres.

           

Evento aberto ao público terá exposição de sistemas de simulação

Entre os dias 20 e 22 de junho, a Conferência de Simulação e Tecnologia Militar será promovida em Brasília, no Quartel-General do Exército. Mais de 3 mil visitantes, entre militares, empresários e acadêmicos, devem passar pelas exposições da Conferência e de palestras especializadas que ocorrerão em paralelo. A previsão é de que 25 empresas apresentem soluções para os sistemas de simulação de combate. O evento é aberto ao público, com entrada gratuita.

 

Mais informações sobre o evento podem ser obtidas aqui.

Fonte: Agência Verde-Oliva