Fiscalização de venda e uso de armas de fogo e munições


Publicação: Qua, 14 Jun 2017 14:24:00 -0300

Brasília (DF) – Cidades de todas as regiões brasileiras receberam um incremento na fiscalização do comércio, transporte e utilização de armas de fogo e munições no início do mês de junho. A Operação Alta Pressão IV foi coordenada pela Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados (DFPC) e empregou cerca de 1.500 militares.

As atividades também contaram com a participação de integrantes de órgãos como a Receita Federal, Secretarias Estaduais da Fazenda e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), além das Polícias Federal, Rodoviária Federal, Militar e Civil. Foram fiscalizadas cerca de 850 empresas, levando à apreensão de 321 mil munições, 109.500 espoletas e 633 armas.

           

 

Belo Horizonte (MG)

Na área de atuação da 4ª Região Militar, que abrange todo o território de Minas Gerais, com exceção do Triângulo Mineiro, foram fiscalizadas 66 empresas em 48 municípios. As equipes percorreram mais de 13.000 quilômetros durante os três dias de Operação. Como resultado das verificações, foram realizadas 15 autuações e seis apreensões.

 

 

Cachoeira do Sul (RS)

No contexto da Operação Alta Pressão IV, o 13º Grupo de Artilharia de Campanha fiscalizou estabelecimentos comerciais em Cachoeira do Sul, Rio Pardo e Pântano Grande. Eles contaram com o apoio dos policiais militares e civis dessas localidades, assim como do 6º Corpo Regional de Bombeiros de Cachoeira do Sul.

 

 

Campo Grande (MS)

Já na área de abrangência da 9ª Região Militar, foram realizadas 36 inspeções em comércios de armas e munições. A ação empregou dez equipes, compostas por fiscais militares do Exército Brasileiro e integrantes dos órgãos de segurança pública, abrangendo mais de 20 municípios, totalizando aproximadamente de 5.500 km rodados. O balanço final resultou na autuação de oito empresas por não atenderem à legislação vigente, sendo apreendidas aproximadamente 300 unidades de espoletas e diversas munições de diferentes calibres.

 

 

Curitiba (PR)

O Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados da 5ª Região Militar (SFPC/5) desenvolveu atividades da Operação Alta Pressão IV em cidades do Paraná e de Santa Catarina. Foram apreendidas 1.130 munições, 17 armas e oito lunetas de uso restrito. Ao todo, 22 empresas foram autuadas por irregularidades administrativas relativas aos produtos controlados pelo Exército.

 

 

Manaus (AM)

Na área do Comando Militar da Amazônia, que engloba os Estados do Amazonas, Acre, Rondônia e Roraima, a Operação Alta Pressão IV foi coordenada pelo Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados da 12ª Região Militar (SFPC/12ªRM). Foram inspecionados estabelecimentos que comercializam produtos controlados pelo Exército Brasileiro em mais de 30 cidades.

Durante as ações, foram apreendidas munições, insumos para recarga de munição, espoletas e 16 quilos de pólvora. Todas as apreensões foram realizadas porque os estabelecimentos estavam com quantidade de materiais superior à autorizada.

Fonte: Agência Verde-Oliva