Pilotos de embarcações fluviais militares recebem adestramento em Belém

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 20 jan 2021
Crédito: Sd W Junior

Belém (PA) – Em 14 de janeiro de 2021, o 2º Batalhão de Infantaria de Selva (2º BIS) realizou, na baía do Guajará, em Belém, o adestramento de seus pilotos de embarcações, utilizando seus Materiais de Emprego Militar, a Embarcação Tática Guardian 25 e a Embarcação Patrulha de Grupo (EPG). O objetivo da ação foi preservar a operacionalidade da tropa, mantendo-a em condições de ser empregada em operações fluviais em defesa da Amazônia Oriental.

Ainda na oportunidade, foram realizados reconhecimentos em regiões de Mosqueiro, distrito de Belém, para futuros treinamentos militares nesse tipo de operação. Considerado "o Guardião da Amazônia Oriental", o 2° BIS é a unidade operacional do Comando Militar do Norte.

Embarcações
A Guardian 25 é uma embarcação tática com vocação para emprego em ações de interceptação. Fabricada nos EUA, a estrutura flutuante pode transportar até 12 militares e é dotada de dois motores de popa de 200 HP, que podem atingir a velocidade de 78 km/h, com autonomia de quatro horas de navegação. Já a EPG, também com capacidade para 10 militares, é fabricada em alumínio naval com casco totalmente soldado e admite motorização mínima de 40 HP.

 

 

Fonte: 2º BIS