Centro de Avaliações do Exército recebe visita técnica da Agência de Gestão e Inovação Tecnológica

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 15 jan 2021
Crédito: Sd da Souza

Rio de Janeiro (RJ) – O Centro de Avaliações do Exército (CAEx) – “Campo de Provas da Marambaia/ 1948” – recebeu, em 7 de janeiro, a visita de uma comitiva da Agência de Gestão da Inovação Tecnológica (AGITEC). Na oportunidade, foram debatidos temas atinentes ao "Projeto de Gestão do Conhecimento Científico Tecnológico do CAEx (PROGCT-CAEx)". A visita foi conduzida pelo Chefe do CAEx, General de Brigada Juraci Ferreira Galdino.

Na ocasião, foi realizada uma reunião de coordenação entre representantes da Divisão de Avaliação de Material (DAM) do CAEx e da Seção de Gestão do Conhecimento (GC) da AGITEC, na qual foi proposto um escopo preliminar do projeto, baseado na demanda do CAEx e no conhecimento e na experiência da AGITEC na metodologia de GC adotada pela Agência.

A AGITEC foi concebida para contribuir com a geração de um ambiente favorável ao incremento das capacidades científico-tecnológicas e com o desenvolvimento de novos produtos e sistemas de defesa para a Força Terrestre que privilegiem o uso de tecnologia dual. Essa tecnologia prevê o emprego de materiais tanto para o uso civil quanto o militar, de forma a atender ao conceito metodológico da Hélice Tríplice no desenvolvimento de seus processos finalísticos. Tais medidas ocorrem em benefício do Departamento de Ciência e Tecnologia (DCT) e de suas organizações militares diretamente subordinadas, do Núcleo de Inovação Tecnológica do Exército Brasileiro e do Sistema de Defesa-Indústria-Academia de Inovação (SisDIA).

O projeto consiste na estruturação dos dados e das informações intrinsecamente ligados às avaliações de Sistemas e Materiais de Emprego Militar (SMEM) e protótipos de Produtos Controlados pelo Exército (PCE), com benefícios diretos no aumento da eficiência do processo de avaliação realizado pelo CAEx, em proveito do Sistema de Ciência Tecnologia e Inovação do Exército (SCTIEx), e com reflexos positivos para a Base Industrial de Defesa (BID).

Fonte: CAEx