Regimento de Cavalaria homenageia militares que participaram da Operação Acolhida

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 07 jan 2021
Solenidade marcou a entrega de medalhas e moedas do Regimento a militares que participaram da Operação
Crédito: 6º RCB

Alegrete (RS) – No último dia 5 de janeiro, o 6º Regimento de Cavalaria Blindado (6º RCB) –  “Regimento José de Abreu” – homenageou militares da unidade que participaram do 6º contingente da Operação Acolhida, desdobrado na Base Pacaraima, no Estado de Roraima, fronteira entre Brasil e Venezuela.

Durante a solenidade, foram agraciados com a Medalha “Marechal José de Abreu” pelos relevantes serviços prestados ao 6º RCB: 1° Ten  Franco, ST Gilmar, 3° Sgt Bruno Machado, 3° Sgt  Elias,  3° Sgt V. Fernandes, 3° Sgt  Eloy, 3° Sgt Bordin e 3° Sgt Leonardo.

Na sequência, para marcar a participação na Operação Acolhida, os seguintes militares receberam a moeda do Regimento “José de Abreu”: 2° Sgt Charão, Cb Bueno, Cb Nascimento, Cb Marostega, Cb Duarte, Cb Leonardi, Cb Mendes, Cb Douglas, Cb Guedes, Cb Mello Cb Lisboa, Cb  Model, Sd Anacleto, Sd Fontoura, Sd Daniel Dias, Sd Cesar, Sd Tavares, Sd Arnoud, Sd Saldanha.

Por fim, foi inaugurada a placa alusiva à participação do 6º RCB na Operação Acolhida, com os nomes dos militares que representaram o “Regimento José de Abreu” na referida Operação. O descerramento da placa ocorreu na Alameda General Osório, e foi realizado pelo 1° Ten Franco e 2° Sgt Charão, que integraram o contingente do Regimento.

A Operação Acolhida se constitui no esforço logístico humanitário necessário à manutenção do ordenamento fronteiriço no estado de Roraima, bem como, ao atendimento prestado ao grande número de cidadãos venezuelanos, refugiados e deslocados, que deixam o seu país de origem e buscam no Brasil melhores condições de vida.

No segundo semestre de 2019, o 6º RCB mobiliou e operou na Base Pacaraima, localizada naquele município fronteiriço que se conecta com a cidade venezuelana de Santa Elena de Uairen. Em sua atuação, o Regimento buscou apoiar todas as agências governamentais, organizações internacionais e organizações não-governamentais que estão atuando no acolhimento e processamento organizado do fluxo migratório oriundo da Venezuela.

 

Fonte: 6º RCB