Sistema ASTROS atira durante a Operação Arandu no Campo de Instrução Barão de São Borja

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 18 nov 2020

Rosário do Sul (RS) – Para encerrar o último dia da Operação Arandu, exercício combinado entre os Exércitos Brasileiro e Argentino, foi empregado o tiro do Sistema ASTROS, no Campo de Instrução Barão de São Borja, em Rosário do Sul.

O comboio levando os ASTROS do 16º Grupo de Mísseis e Foguetes percorreu mais de dois mil quilômetros, um deslocamento estratégico desde Formosa (GO) até o Rio Grande do Sul, contendo 6 unidades de tiro com grande poder de dissuasão.

Definido pela alta capacidade de desestimular a concentração de forças hostis junto às fronteiras terrestre e fluviais na intenção de invadir o espaço aéreo nacional, o sistema ASTROS possui a capacidade dissuasória de neutralizar qualquer possível agressão ou ameaça antes mesmo que elas aconteçam.

Segundo o Tenente-Coronel Carlos Alberto Campos Castilho, Comandante do 16° Grupo de Mísseis e Foguetes, "além de ser uma oportunidade do grupo se adestrar e atuar no terreno, é também uma oportunidade de treinarmos o deslocamento estratégico e de efetuarmos uma troca de experiência com o Exército Argentino".