1º Grupamento de Engenharia mobiliza-se para iniciar obra na Ferrovia de Integração Oeste-Leste

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 23 out 2020

João Pessoa (PB) – A mobilização de meios para a construção do Lote 6F da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL) segue em ritmo acelerado no Comando Militar do Nordeste. Essa obra ferroviária, que está sob a coordenação do 1º Grupamento de Engenharia (1º Gpt E), será executada pelo 4º Batalhão de Engenharia de Construção (4º BEC), sediado em Barreiras (BA), reforçado pelo 2º Batalhão Ferroviário (2º B Fv) de Araguari (MG). Consiste na construção de um trecho de 18,34 quilômetros de ferrovia, entre Bom Jesus da Lapa (BA) e São Desidério (BA), fruto de uma parceria do Exército Brasileiro com a Valec Engenharia, Construções e Ferrovias.

O 1º Gpt E mobilizou 104 ativos para a primeira fase da obra. No início de outubro, foram entregues, no 4º BEC, os últimos equipamentos para essa fase: um trator agrícola, com grade para arado (utilizado no serviço de terraplanagem), 3 compactadores corrugados, uma motoniveladora e um compactador liso vibratório. Os equipamentos e as viaturas mobilizados abrangeram caçambas, betoneiras, usina de concreto, caminhões, retroescavadeira, dentre outros tipos.

Além da atuação de diversas Organizações Militares do Comando Militar do Nordeste, a operação conta, ainda, com o apoio de outros Comandos Militares de Área para sua execução. O Comando Militar do Leste, por exemplo, enviou 4 contêineres alojamentos.
    
A mobilização inclui a realização de capacitações para militares que atuam na obra. Desde junho deste ano, estão sendo realizadas instruções para as equipes de meio ambiente, desmatamento, segurança do trabalho e topografia, assim como para outros profissionais envolvidos no processo. As instruções são realizadas na sede do 4º BEC e em campo, nas obras do Lote 7 da FIOL, executadas pela Valec no município de São Desidério (BA). A mobilização de meios permite agilidade na execução da obra e o adestramento das equipes dos Batalhões de Engenharia do Nordeste em diversos serviços, como os de infraestrutura e superestrutura de ferrovias.

Atualmente, no Destacamento Guará, montado no povoado de Ponte Velha, distrito de Santa Maria da Vitória (BA), estão sendo realizados serviços de topografia, marcação de faixa de domínio, lançamentos de pontos no terreno e, em laboratório, o reconhecimento de área de sondagem. O efetivo inicial mobilizado é de 133 militares.

Fonte: 1º Gpt E