10ª Brigada de Infantaria Motorizada encerra exercício de adestramento da tropa em ambiente de caatinga

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 16 out 2020
Crédito: Sd Menezes

Petrolina (PE) – A 10ª Brigada de Infantaria Motorizada (10ª Bda Inf Mtz), Grande Unidade do Comando Militar do Nordeste (CMNE), realizou o encerramento da primeira edição da Operação Spartano, exercício de adestramento da tropa em ambiente de caatinga que ocorreu no período de 5 a 9 de outubro.

A necessidade de realizar o adestramento voltado para o combate contra forças irregulares em ambiente operacional de caatinga surgiu durante a realização de estudos doutrinários voltados para melhorar a capacitação e o adestramento das tropas, analisando todos os acontecimentos históricos que remetem aos conflitos e combates ocorridos na Região Nordeste do país e aliando esses fatores às características geofísicas do terreno onde a tropa será empregada.

Em sua concepção, o exercício teve como objetivo a ambientação, a adaptação, a forja, a avaliação e o adestramento das pequenas frações para operarem no semiárido brasileiro. Dessa forma, a 10ª Brigada de Infantaria Motorizada executou a Operação Spartano, cujo nome remete aos guerreiros de Esparta que, mesmo sob as condições mais adversas, venciam os combates pelo exímio conhecimento do terreno onde se encontravam, pelos valores exaltados, pelo adestramento constante a que eram submetidos e, principalmente, pela força de vontade em defender aquilo que consideravam de mais valioso: sua terra natal.  Assim, surge, juntamente com a mística do combatente de caatinga e aliado a máxima de que “todo sertanejo é antes de tudo um forte”, a Operação Spartano, mais uma forja da nossa responsabilidade em defender nosso solo pátrio através do nosso conhecimento sobre as operações nesse bioma tão hostil que é a caatinga.

O Comandante da 10ª Bda Inf Mtz, General de Brigada Alexandre Oliveira Cantanhede Lago, oficiais do Estado-Maior da brigada e o Comandante do 72º Batalhão de Infantaria Motorizado estiveram presentes na área de operações. O General Cantanhede, durante a inspeção da tropa, destacou o empenho de toda a brigada na execução do exercício, assim como a importância da liderança nas pequenas frações que foi aplicada nesse tipo de operação e, ainda, enfatizou que os participantes foram os pioneiros, motivo de orgulho, pois colocaram os nomes na história da Operação Spartano.

Fonte: 72º BI Mtz