Hospital promove o 1º Simpósio de Segurança do Paciente

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 22 set 2020
Crédito: 2º Ten Jauhar, 3º Sgt Elibio

Florianópolis (SC) – Em alusão ao Dia Mundial da Segurança do Paciente, comemorado no dia 17 de setembro, o Hospital de Guarnição de Florianópolis (HGuFl) realizou, através do Núcleo de Segurança do Paciente (NSP), o 1º Simpósio de Segurança do Paciente, que aconteceu na manhã da sexta-feira, dia 18, e contou com a presença da equipe multidisciplinar do Hospital, além de ser transmitido ao vivo pelo instagram.

No início do evento, a Diretora do HGuFl, Coronel Médica Carla Lobo Loureiro, fez a abertura dando boas-vindas aos palestrantes e convidados. Na sequência, o palestrante Franklin Lindolf Bloedorn, avaliador da Joint Commission International, organização de acreditação de unidades de saúde, falou sobre as metas internacionais de segurança do paciente.

Outro tema abordado foi “O papel da liderança para a Segurança do Paciente”, ministrado pela Diretora de Relações Institucionais da Sociedade Brasileira para a Qualidade do Cuidado e Segurança do Paciente (SOBRASP), Andrea Drumond.

“O objetivo do NSP é chamar a atenção para a importância da qualidade da assistência prestada à saúde, proporcionando conhecimento e demonstrando a preocupação com a constante avaliação dos riscos em serviços de saúde, requerendo ações como o uso de protocolos específicos e estabelecendo barreiras de segurança nos sistemas e na gestão dos eventos adversos para prevenir e reduzir riscos e danos”, pontuou a Presidente do Núcleo de Segurança do Paciente (NSP), Tenente-Coronel Farmacêutica Silvana Minozzo Junges.

A campanha deste ano, do Dia Mundial de Segurança do Paciente tem como slogan “Profissional de Saúde Seguro, Paciente Seguro”.

Ainda em alusão à segurança do paciente, foram realizadas, na quinta-feira, dia 17, as inaugurações dos quadros de lista de verificação de cirurgia segura, do Centro Cirúrgico; do quadro de identificação do paciente, da unidade de internação; e dos quadros de identificação de leito dos pacientes das enfermarias e apartamentos, que fazem parte dos protocolos de identificação do paciente, e comunicação efetiva entre os profissionais de saúde e entre os serviços de saúde, que também são metas internacionais de segurança do paciente.

Fonte: HGuFl