7º Depósito de Suprimento destrói 1.606 armas apreendidas pela Justiça

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 17 set 2020

Recife (PE) – No dia 3 de setembro, o 7º Depósito de Suprimento (7º D Sup) “Depósito Campina do Taborda”, organização militar diretamente subordinada ao Comando da 7ª Região Militar, responsável pelo recebimento, armazenamento e destruição de armas e munições, realizou a destruição de 1.606 armas de fogo de vários calibres, oriundas da Campanha do Desarmamento e apreensão judicial de diversas comarcas dos estados do Rio Grande do Norte, da Paraíba, de Pernambuco e de Alagoas.

A atividade faz parte da "Operação Vesúvio", que visa cumprir o Acordo de Cooperação Técnica n° 005/2017, firmado entre o Conselho Nacional de Justiça e o Exército Brasileiro, que tem por objetivos intensificar a entrega e a destruição de armamentos e munições apreendidos que estejam sob a guarda do Poder Judiciário, que não mais interessam à persecução penal, bem como das armas que foram entregues na Campanha do Desarmamento, ambas situações sob a égide da Lei Nr 10.826, de 2003.

A destruição foi realizada na siderúrgica Gerdau S.A., empresa cooperadora do Exército para fins de queima e inutilização completa dos armamentos. Essa queima consiste na transformação dos insumos em material líquido, após um processo de fusão em um forno com temperaturas acima de 1.500º C.

Dessa forma, o 7º D Sup contribuiu, mais uma vez, para o incremento da Segurança Pública no País, por participar de ações de prevenção e controle de armamentos de fogo.

Fonte: 7º D Sup