Operação Amazônia tem assalto aeroterrestre da Brigada de Infantaria Pára-quedista

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 15 set 2020
Crédito: CMA

Manaus (AM) – No dia 14 de setembro, a Brigada de Infantaria Pára-quedista realizou um assalto aeroterrestre na AM-352, rodovia que liga Manacapuru a Novo Airão, no Amazonas. A ação faz parte da Operação Amazônia, que simula um ambiente de guerra, após a invasão do território nacional por um país inimigo.

Oitenta e oito paraquedistas saltaram da aeronave “C 105 Amazonas”, de uma altura de 330 metros, em três decolagens. O objetivo da ação foi iniciar o ataque a um aeródromo próximo da zona de lançamento. Antes da Brigada Pára-quedista realizar os saltos, uma equipe de precursores chegou a região e preparou o território para a chegada dos demais militares.

"A partir da conquista deste aeródromo, irá iniciar a fase de conquista e manutenção da cabeça de ponte aérea, mantendo essa posição para permitir a passagem segura da 2ª Brigada de Infantaria de Selva", comentou o Coronel Antoine, Comandante da Companhia de Precursores Pára-quedista.

Fonte: ECAM/CMA