Visita de instrução dos Cadetes do 4º ano do Curso de Material Bélico da Academia Militar das Agulhas Negras ao Centro de Avaliações do Exército

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 09 set 2020
Crédito: Sd Da Souza

Rio de Janeiro (RJ) – O Centro de Avaliações do Exército (CAEx) - “Campo de Provas da Marambaia/1948” recebeu, em 8 de setembro, a visita dos Cadetes do 4º ano do Curso de Material Bélico da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN).

O Material Bélico, responsável pela logística da equipagem, garante a mobilidade e a potência de fogo da Força Terrestre, por meio do apoio cerrado e contínuo nas atividades de manutenção, transporte especializado, salvamento e suprimento, remoção e destruição de engenhos falhados.

O evento foi conduzido pelo General de Brigada Carlos Eduardo da Mota Góes, Chefe do CAEx, e focou os objetivos do currículo dos Cadetes abrangidos pelo escopo das atividades de avaliação de Sistemas e Materiais de Emprego Militar (SMEM) do centro. Após a recepção, no Pavilhão da Chefia, com breve exposição das atividades do CAEx, os visitantes assistiram a exposições e demonstrações na Seção de Testes, na Linha IV e na Linha V.

Na Seção de Testes, são verificados os requisitos operacionais e técnicos dos SMEM em avaliação. O trabalho daquela seção pode ser exemplificado por meio de diversos testes aos quais cada tipo de viatura do EB é submetida ao ser avaliada, inclusive no tocante à trafegabilidade em variados tipos de terreno e a capacidade de transposição de diferentes obstáculos, em função das missões que desempenhará.

A Linha IV conta com túneis balísticos, câmaras de ensaios ambientais, equipamentos para medição de parâmetros balísticos e toda a estrutura necessária para uma ampla gama de avaliações específicas, inclusive para ensaios em materiais de segurança de uso civil, como blindagens de carros de passeio e coletes balísticos.

A Linha V é uma área com características únicas, vocacionada para ensaios com mísseis e foguetes de longo alcance, até a distância de 80 km, que possibilita a instrumentação para a verificação dos parâmetros de voo, inclusive de Sistemas Aéreos Remotamente Pilotados (SARP).

Ao término da atividade, o CAEx se despediu dos jovens Cadetes, futuros oficiais de nosso Exército e que poderão contar com a contribuição das atividades de avaliação de SMEM desenvolvidas no centro para o incremento de capacidades em proveito da Força Terrestre.

 

Fonte: CAEx