Militares realizam adestramento com uso de óculos de visão noturna e helicópteros

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 06 abr 2020

Campo Grande (MS) – No dia 1º de abril, alguns pontos luminosos no céu da Cidade chamaram a atenção. Eram as aeronaves Pantera e Super Tucano, do 3º Batalhão de Aviação do Exército (3º BAvEx) e da Ala 5, da Força Aérea Brasileira, respectivamente, em treinamento de rotina.

Militares do Exército estavam em adestramento com uso de óculos de visão noturna (OVN). A missão foi realizada pelas tripulações do 3º BAvEx, com a participação de militares especialistas em Busca e Salvamento (SAR).

Durante o exercício, foram empregadas as técnicas de rappel, que permite desembarque da tropa em locais onde não é possível o pouso da aeronave.

Por se tratar de um treinamento no período noturno, os helicópteros Pantera, que são adaptados para o voo com óculos visão noturna, aproveitam-se da luz residual presente na atmosfera para proporcionar a visibilidade necessária e adequada ao voo. Os óculos funcionam como intensificadores da luz, permitindo que a tripulação realize o voo em condições de iluminação ambiente reduzida.

Cabe ressaltar que, conforme determinação da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), mesmo em voo com uso de óculos de visão noturna, as aeronaves militares realizam seus voos com as luzes anticolisão e luzes de formação acesas, o que, por vezes, provocam ilusões de ótica nas pessoas que observam os céus em uma noite estrelada como foi o caso.

O treinamento em questão, faz parte da rotina para a manutenção da operacionalidade das tripulações do Batalhão que conta, ainda, com o treinamento das manobras com utilização do guincho da aeronave,  realizado no dia 2 de abril, pouso em área restrita e pouso em heliponto elevado, a se realizar durante toda a semana e o treinamento de navegação aérea, no período de 6 a 9 de abril.

Fonte: CMO


Fonte:CMO