Colaboração de monitoramento ambiental com a Fundação Oswaldo Cruz

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 09 mar 2020
Crédito: Sd Da Souza/ CAEx

Rio de Janeiro (RJ) – Em 3 de março, integrantes do Centro de Avaliações do Exército (CAEx), "Campo de Provas da Marambaia", assistiram a uma apresentação da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ) a respeito de projeto de colaboração de monitoramento ambiental na Restinga da Marambaia, para o desenvolvimento de pesquisas científicas relacionadas aos ambientes marinhos costeiros. Pesquisadores da FIOCRUZ e militares que constantemente percorrem o litoral do campo de provas, dentre  os  que atuam na Fiscalização Administrativa, Seção de Inteligência e Companhia de Comando e Serviço (CCSv), participaram do evento.

Na oportunidade, o coordenador do projeto na FIOCRUZ proferiu palestra, na qual foi abordada a importância da quantificação e das análises toxicológicas de carcaças de animais, como golfinhos, baleias, tartarugas e aves, dentre outras espécies, que são levados pelas correntes marinhas à área da Restinga da Marambaia. As análises realizadas em amostras obtidas do material orgânico desses animais podem, além de fornecer informações relativas ao estado do ambiente de onde vieram, apresentar bases bioquímicas relevantes, também, para a saúde pública.

Ao término do evento, ficou constatada a excelência da preservação ambiental de todo o ecossistema da Marambaia, proporcionada pela presença do Exército Brasileiro na área, e a possibilidade de contribuir para o avanço no estudo de espécies animais que vivem no litoral de nosso país.

Fonte: CAEx