Conclusão e entrega do trecho de 65 Km de Pavimentação Asfáltica da BR-163/PA

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 14 fev 2020

Santarém (PA) – O 8º Batalhão de Engenharia de Construção (8º BEC) do Exército Brasileiro realiza, no dia de hoje, 14 de fevereiro, com a presença de integrantes dos governos federal, estadual e municipal, a entrega da primeira fase da pavimentação do trecho de 65 km da BR-163/PA, entre o município de Novo Progresso (PA) e o distrito de Moraes Almeida (PA).

A Operação Xingu, como foi denominada a obra, iniciou em agosto de 2017 e se reveste de aspectos que a tornam muito relevante, principalmente devido às dificuldades para se estabelecer uma logística adequada e também porque as condições climáticas da região só permitem a realização de serviços de engenharia no verão amazônico, de junho a novembro, ou seja, apenas durante cinco meses do ano.

As dificuldades para se pavimentar este trecho da BR-163/PA acabaram refletindo negativamente no agronegócio do Brasil, especialmente na última década, pois prejudicavam o tráfego de milhares de carreteiros que realizavam o escoamento da safra de grãos produzidos no Mato Grosso pelo porto de Miritituba (PA).  

Para vencer o desafio de pavimentar a BR-163/PA, importante corredor de escoamento da safra de grãos do estado do Mato Grosso, o Sistema de Engenharia do Exército Brasileiro realizou uma operação logística de amplo espectro. Mobilizou meios em pessoal e material de todos os seus Batalhões de Engenharia de Construção, distribuídos em todo território nacional, para reforçar o 8º BEC, possibilitando as condições materiais e técnicas para que o trabalho fosse realizado ininterruptamente, dia e noite, de forma que as metas de produção fossem atingidas com a qualidade e os custos adequados.

Na primeira fase da obra, o 8º BEC empregou 460 homens, entre militares e servidores civis, e 252 equipamentos e viaturas. A partir de junho deste ano, o Batalhão iniciará a segunda fase da obra, com o objetivo de concluir a segunda  camada de asfalto e construir os sistemas de drenagem deste trecho da rodovia, o que proporcionará ainda mais conforto e segurança aos usuários da rodovia. 

Fonte: Centro de Comunicação Social do Exército