Comandante do Exército realiza aula inaugural para alunos da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 12 fev 2020

Rio de Janeiro (RJ) – No dia 11 de fevereiro, o Comandante do Exército, General de Exército Edson Leal Pujol,  ministrou a aula inaugural do ano letivo de 2020 na Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME), com o tema: “A Política e o Planejamento do Exército Brasileiro”, para o corpo docente da escola e para os oficiais-alunos dos seguintes cursos: Curso de Política, Estratégia e Alta Administração do Exército (CPEAEx); Curso Internacional de Estudos Estratégicos (CIEE); Curso de Comando e Estado-Maior (CCEM/1º e 2º ano); Curso de Direção para Engenheiros Militares (CDEM); e Curso de Comando e Estado-Maior para Oficiais das Nações Amigas (CCEM/ONA).

Prestigiaram o evento o General de Exército Tomás, Chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército; o General de Exército Gleuber, antigo Ministro do Exército; o General de Exército Enzo, antigo Comandante do Exército; o General de Exército Lessa; o General de Exército Licínio; o General de Exército Tibau; além de integrantes do Alto-Comando do Exército de ontem, de hoje e de sempre, acompanhados do Comandante da ECEME, General de Brigada Vergara, e de demais oficiais-generais da ativa e da reserva da guanição do Rio de Janeiro.

Na oportunidade, o Comandante do Exército destacou as premissas constantes em suas Diretrizes de Comando, como o fortalecimento da imagem da Força e a manutenção de sua credibilidade, além da capacitação técnica dos recursos humanos, alinhados com as novas tecnologias, sem deixar esquecidos os valores e as tradições que possibilitaram a construção de um Exército vitorioso e respeitado.

No ano de 2020, a Escola Marechal Castello Branco, escola de mais alto nível do Exército Brasileiro, continuará cumprindo a sua nobre missão de forjar os futuros líderes estratégicos da Nação. Para isso, seu corpo docente, constituído por profissionais dedicados e motivados à construção do conhecimento baseado na metodologia do ensino por competências, trabalhará, diuturnamente, no aperfeiçoamento técnico-profissional de 349 oficias-alunos dos cursos presenciais.

 

Fonte: ECEME