Militares da 2ª Bateria de Artilharia Antiaérea retornam da Operação Acolhida

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 11 dez 2019
Crédito: Ten Schwantz e Sgt Sânder

Sant’Ana do Livramento (RS) – Após quatro meses integrando o “Contingente Encouraçado” da Operação Acolhida, no extremo norte do Brasil, o 2º Tenente Elton Schwantz Pereira e o 2º Sargento Alex Sânder de Saraiva Jardim, militares da 2ª Bateria de Artilharia Antiaérea (2ª Bia AAAe), retornaram à Fronteira da Paz, entre Brasil e Uruguai.

Ao representarem a 2ª Bia AAAe, o Tenente Schwantz e o Sargento Sânder puderam reforçar a "Mão Amiga" da Instituição, contribuindo para a manutenção do sentimento de esperança e de fé dos venezuelanos. A Operação Acolhida é uma Força-Tarefa Logística Humanitária, que busca acolher e interiorizar imigrantes venezuelanos na área de fronteira do estado de Roraima e na cidade de Manaus. Sob a coordenação do Ministério da Defesa, militares do Exército atuam com integrantes da Marinha do Brasil e da Força Aérea Brasileira, bem como dos ministérios do governo federal, do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), de organizações não governamentais (ONG), de agências civis e de secretarias estaduais e municipais, entre outros.

Fonte: 2ª Bia AAAe


Crédito: Ten Schwantz e Sgt Sânder