Militar da Brigada de Montanha recebe a Medalha “Sangue do Brasil”

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 02 dez 2019

Juiz de Fora (MG) – A 4ª Brigada de Infantaria Leve de Montanha, durante a tradicional solenidade comemorativa ao Dia da Bandeira, 19 de novembro, realizou a entrega da Medalha “Sangue do Brasil” ao 1º Tenente Stanley, do 10º Batalhão de Infantaria Leve - Montanha, uma das mais importantes condecorações militares.

Em 8 de setembro de 2018, durante a Intervenção Federal na área de segurança pública do Estado do Rio de Janeiro, o 1º Tenente Stanley entrou em conflito com agentes perturbadores da ordem pública, enquanto comandava seu pelotão em patrulhamento realizado na periferia da cidade de São Gonçalo, vindo a ser atingido no rosto por um disparo de arma de fogo.

Neste contexto, cabe ressaltar a participação do 10º Batalhão de Infantaria Leve – Montanha na Intervenção Federal da cidade do Rio de Janeiro em 2018, quando militares do Décimo de Montanha executaram diversas atividades para garantir a lei e a ordem do local, como: patrulhamento ostensivo, postos de bloqueio e controle de vias urbanas.

A Medalha Sangue do Brasil

A Medalha Sangue do Brasil foi criada por intermédio do Decreto-Lei nº 7.709, de 5 de julho de 1945, com a finalidade de agraciar oficiais, praças e civis que tenham se destacado no teatro de operações da Itália, durante a Segunda Guerra Mundial, e que ali tivessem sido feridos em consequência de ação objetiva do inimigo.

Recentemente, o contexto dos que fazem jus ampliou-se para os atuais cenários operacionais do Exército, abrangendo, então, aqueles que tenham participado de ação objetiva durante operações de natureza militar ou policial militar.

Fonte: 4ª Bda Inf L Mth