Operação Membeca 2019 reúne cerca de três mil militares da 1ª DE

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 25 nov 2019
Blindados Guarani preparam-se para iniciar um ataque.

Resende (RJ) – Olhar atento às instruções de segurança. Camuflagem no rosto e nas viaturas. Disposição para cumprir a missão a despeito das condições meteorológicas adversas. Essas foram algumas das atitudes que levaram os integrantes da 1ª Divisão de Exército (1ª DE), Divisão Mascarenhas de Moraes, a concluir com pleno êxito o Exercício de Adestramento Avançado – Operação Membeca 2019 nas cidades de Volta Redonda, Quatis, Pedra Selada, Falcão e Resende (RJ).
Participaram do exercício tropas da 4ª Brigada de Infantaria Leve de Montanha, do Grupamento de Unidades Escola – 9ª Brigada de Infantaria Motorizada, da Artilharia Divisionária da 1ª Divisão do Exército, todas Grandes Unidades subordinadas à 1ª DE, além de integrantes do Centro de Adestramento Leste, do 1º Batalhão de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear e do 11º Batalhão de Polícia do Exército.
O Comandante Militar do Leste, General de Exército Júlio Cesar de Arruda, acompanhou o exercício e observou no terreno um incidente de marcha para o combate com necessidade de descontaminação de agentes químicos, além de visitar o posto de comando da 4ª Brigada de Infantaria Leve de Montanha.
Ao todo, 2.948 militares estiveram diretamente envolvidos no exercício, que também contou com 477 viaturas e um helicóptero do 2º Batalhão de Aviação do Exército. Durante cinco jornadas, foram realizadas ações ofensivas e defensivas, em áreas urbanas e rurais, com a exploração de incidentes que buscaram enfatizar a necessidade de integração entre organizações militares possuidoras de capacidades distintas, como a atuação de cães de guerra do 11º Batalhão de Polícia do Exército e a descontaminação realizada pelo 1º Batalhão de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear. A Operação Membeca representa o coroamento do ano de instrução, possuindo um papel fundamental para o aperfeiçoamento do adestramento das tropas da Divisão Mascarenhas de Moraes.

Fonte: 1ªDE