29ª Edição do exercício de operações conjuntas entre Escolas de Estado-Maior das Forças Armadas chega ao fim

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 11 nov 2019

Rio de Janeiro (RJ) – No dia 6 de novembro, no auditório Duque de Caxias, da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME), foi concluída a 29ª edição do Exercício Conjunto AZUVER 2019, envolvendo alunos da Escola de Guerra Naval (EGN), do 2º ano da ECEME e da Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).

Ao longo de sete semanas, 350 alunos e 50 instrutores das Escolas de Estado-Maior da Marinha, do Exército e da Força Aérea trabalharam em um exercício de simulação construtiva, na modalidade dupla ação, no qual dois países fictícios enfrentam-se.

A edição deste ano do AZUVER recebeu o apoio do Ministério da Defesa, da Escola Superior de Guerra (ESG), do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica, do Comando Militar do Leste, do CIMF, do Batalhão Escola de Comunicações, da 20ª Companhia de Comunicações Paraquedista, do Centro de Defesa Cibernética, da 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea, da Escola de Artilharia de Costa e Antiaérea e do Centro de Estudos de Pessoal.

O principal objetivo educacional desta atividade de ensino foi o planejamento e a condução de operações conjuntas, por meio da ativação das Forças Componentes Naval, Terrestre e Aérea, além da Força Conjunta de Operações Especiais, da Força Conjunta de Guerra Cibernética e do Comando Logístico do Teatro de Operações.

A simulação integrada permitiu a aplicação dos conhecimentos adquiridos pelos alunos ao longo dos respectivos cursos de Comando e Estado-Maior, promovendo, de forma eficaz, a interoperabilidade entre as Forças Armadas.

Estiveram presentes na solenidade o  Subchefe de Operações da Chefia de Operações Conjuntas do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, o Comandante da ECEME, o Comandante da Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica, o Superintendente de Ensino da Escola de Guerra Naval e o Presidente da Comissão Interescolar de Doutrina de Operações Conjuntas do Ministério da Defesa.

Fonte: ECEME