Comitiva do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações conhece potencialidades e necessidades do SISFRON

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 18 out 2019
Crédito: Fotos: Sd Fuzaro

Campo Grande (MS) – Uma comitiva do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) conheceu, no dia 16 de outubro, no Forte Pantanal, as potencialidades e necessidades do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (SISFRON), considerado um dos maiores programas de segurança e defesa do mundo, com a missão de proteger 17 mil quilômetros de fronteiras com dez países vizinhos.

O Chefe do Centro de Coordenação de Operações do Comando Militar do Oeste (CMO), após receber a comitiva na ALA 5, conduziu um breve ciclo de palestras no auditório, onde foram apresentados importantes aspectos acerca do Programa SISFRON e de seus benefícios à população fronteiriça da região do CMO. Após as palestras, a comitiva conheceu alguns meios de Comando e Controle do SISFRON disponíveis no CMO.

“O Programa SISFRON, hoje, já passou os limites do Exército e é preciso, então, que os ministérios o conheçam para poder aproveitar as capacidades que ele, dentro do Estado Brasileiro, pode proporcionar,” explicou o Chefe da Assessoria de Assuntos Institucionais do Gabinete do Comandante do Exército, Coronel Luiz Alberto Cureau Junior.

A Coordenadora-Geral de Acompanhamento dos Programas da Área Especial da Secretaria de Orçamento Federal (SOF), Fernanda Costa Bernardes, conheceu as capacidades do programa ainda na época da implantação. ”Eu tive a oportunidade de conhecer o SISFRON alguns anos atrás e, com a apresentação de hoje, confirmei a importância da utilidade do SISFRON, não só para o Exército, mas também para o Estado Brasileiro. É um Sistema que tem uma grande aplicabilidade e que pode trazer grandes ganhos. Em minha opinião é um dos principais Projetos Estratégicos no âmbito da Defesa”.

O Secretário de Radiodifusão do MCTIC, Coronel Elifas Chaves Gurgel do Amaral, pontuou: “A gente percebe claramente que o SISFRON é um sistema que vem cumprindo a missão para a qual foi projetado. É muito importante conhecer de perto esses equipamentos e como o sistema vem se comportando para sabermos como direcionar políticas públicas de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações para irem ao encontro desse Sistema de Vigilância de Fronteiras tão importantes para o Brasil”.

Fonte: CMO


Crédito: Fotos: Sd Fuzaro