3ª Divisão de Exército comemora 111 anos de criação

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 12 ago 2019
Crédito: Sd Henckes e Sd Marques

Santa Maria (RS) – A 3ª Divisão de Exército (3ª DE) completou, no dia 6 de agosto, 111 anos de história. A solenidade comemorativa, presidida pelo Comandante da 3ª Divisão de Exército, General de Divisão Mauro Sinott Lopes, foi realizada no 4º Batalhão Logístico.

Logo no início da cerimônia, ocorreu o canto da canção da 3ª Divisão de Exército. O General Sinott realizou a leitura de um texto alusivo ao 111º aniversário da "Divisão Encouraçada", destacando desde seu marco inicial, a criação, em 1908, da 3ª Brigada Estratégica, que teve seu quartel-general instalado na cidade de Santa Maria, até os dias atuais, sendo reconhecida como o maior poder de combate da Força Terrestre.

Como reconhecimento pelo apoio e pela integração, amizade, e participação conjunta nas diversas missões realizadas por esse Grande Comando, foi concedido o diploma de Amigo da 3ª Divisão de Exército às instituições e personalidades que se destacaram no corrente ano.

O evento proporcionou a oportunidade para o estreitamento dos laços de amizade e interação dos militares desse Grande Comando com ex-integrantes da “Divisão Encouraçada” e a comunidade santamariense.

Encerrando a cerimônia, a tropa composta por representações das organizações militares sediadas em Santa Maria desfilaram em continência ao Comandante da 3ª DE .

Origem da 3ª Divisão de Exército

Seu marco inicial foi a criação, em 1908, da 3ª Brigada Estratégica, que teve seu quartel-general instalado na cidade da Santa Maria.

A 3ª Brigada Estratégica foi constituída em um período em que o Exército Brasileiro vivia profundas transformações. No decorrer dos anos, a 3ª Brigada viria a receber as denominações de 9ª Brigada de Infantaria e 5ª Brigada de Infantaria, essa última extinta em 1938, para dar origem à Infantaria Divisionária da 3ª Divisão de Infantaria (3ª DI), integrada por diversas unidades do Rio Grande do Sul.

Durante a Segunda Guerra Mundial, com o envio de mais de 250 militares para o teatro de operações europeu, a Infantaria Divisionária da 3ª Divisão de Infantaria deu importante contribuição à Força Expedicionária Brasileira.

Terminada a guerra, ocorreu a transformação da Infantaria Divisionária da 3ª DI em 3ª Divisão de Infantaria, reunindo tropas de diferentes armas e serviços.

Em 1971, a 3ª Divisão de Infantaria foi extinta para dar lugar à 3ª Divisão de Exército, que oito anos mais tarde passou a ostentar a denominação histórica de “Divisão Encouraçada”, como legítima herdeira dos feitos e das tradições da 3ª Divisão de Infantaria do Exército Imperial que, sob o comando do Brigadeiro Antônio de Sampaio, Patrono da Arma de Infantaria, cobriu-se de glórias nas batalhas da Guerra da Tríplice Aliança.

Fonte: 3ª DE


Crédito: Sd Henckes e Sd Marques