Operação Escudo - 3ª Fase (Reconhecimento de Fronteira)

${the_title} - ${company_name}

Crédito: Cmdo Fron Solimões/8º BIS

Estirão do Equador (AM) – O 4° Pelotão Especial de Fronteira (PEF), no cumprimento de sua missão constitucional, atua, diuturnamente, na garantia da soberania nacional na faixa de fronteira com a República do Peru, na calha do rio Javari e seus afluentes, no combate aos diversos ilícitos e na proteção do meio ambiente. Dentro do contexto da 3ª fase da Operação Escudo, entre os dias 20 e 29 de julho, o 4° PEF realizou mais um reconhecimento de fronteira empregando um Destacamento de Operações na Selva, visando fortalecer a presença do Estado em regiões isoladas na área de responsabilidade da "Unidade de Guerra". Esse reconhecimento teve por objetivos percorrer e fiscalizar a fronteira norte do país e prestar eventuais apoios à população local.

Durante todo o percurso fluvial, foram realizadas revistas em todas as embarcações que estavam no rio Javari e afluentes, obtendo como resultado nove apreensões, sendo: 140 quilos de pirapitinga, 233 quilos de paca, 82 quilos de veado, 524 quilos de anta, 35 quilos de macaco, 45 quilos de queixada, 124 quilos de pirarucu, 1 jacaré e 316 ovos de tracajá.

A presença de tropas do 4° PEF, atuando nas mais longínquas regiões do norte do país, contribui para a o aumento da sensação de segurança da população e coibição de ações escusas na faixa de fronteira do Alto Solimões. É o Exército Brasileiro que nunca para, atuando por intermédio das frações destacadas da "Unidade de Guerra" em regime de 24x7! 

Fonte: Cmdo Fron Solimões/8º BIS


Fonte:Cmdo Fron Solimões/8º BIS

Crédito: Cmdo Fron Solimões/8º BIS