Colégio Militar de Fortaleza celebra seu centenário reunindo alunos do presente e do passado

${the_title} - ${company_name}

Fortaleza (CE) – No dia 31 de maio, o Colégio Militar de Fortaleza (CMF) celebrou 100 anos de história com uma cerimônia que reuniu mais de 2.500 convidados. Na ocasião, autoridades civis e militares, como o Governador do Estado do Ceará, Camilo Santana; o Secretário de Segurança Nacional, General de Exército Guilherme Carls Theóphilo Gaspar de Oliveira; o Comandante Militar do Norte, General de Exército Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira; e o Comandante Militar do Nordeste, General de Exército Marco Antônio Freire Gomes. Além deles, prestigiaram o evento, ainda, outras autoridades da Força Terrestre, representantes da Marinha do Brasil, da Aeronáutica e demais Forças auxiliares, muitos deles antigos alunos da “Casa de Eudoro Corrêa”, denominação histórica da instituição.

Como parte das comemorações, houve a entrega de moeda comemorativa ao Centenário da Unidade de ensino para personalidades civis e militares que contribuíram para a construção da história do Colégio, e o descerramento de placa alusiva ao centenário. A programação das celebrações contou, também, com a entrega da Medalha Eudoro Corrêa, realizada no dia 29 de maio, no salão nobre, agraciando 30 militares e antigos alunos, dentre eles o General de Divisão Julio Lima Verde de Oliveira, também antigo comandante do Colégio. Na ocasião, foi lançado um selo personalizado e carimbo comemorativo ao centenário da “Casa do Eudoro Corrêa”, com a presença do Superintendente Estadual de Operações dos Correios, Eurico Jovino Sales. A peça fará parte do acervo do Museu Nacional dos Correios situado no Distrito Federal.

A origem do CMF remonta a 1º de junho de 1919, quando tiveram início as atividades do Colégio Militar do Ceará, funcionando até fins de 1938. O estabelecimento foi sucedido pelo Colégio Floriano, subordinado ao Ministério da Educação, existindo com esse nome entre 1939 e 1941. O Colégio cedeu seu espaço à Escola Preparatória de Fortaleza, que exerceu suas atividades no período de 1942 a 1961, substituída pelo atual Colégio Militar de Fortaleza a partir de 1962.

A excelência de ensino e tradição marcaram o Centenário do Colégio Militar de Fortaleza, que celebrou a data reunindo alunos do presente e do passado, ilustres e anônimos, militares e civis, personalidades da sociedade cearense e autoridades políticas, que ao longo do tempo e com muito orgulho, ajudaram a construir a história dessa ilustre Unidade de ensino do Exército Brasileiro, seguindo seu lema: “Para frente, custe o que custar!


 

Fonte: CMNE