Após 13 anos, Gericinó volta a receber o tradicional “Tiro do Recruta”

 

Rio de Janeiro (RJ) – No dia 8 de junho, inserida na Semana da Artilharia 2016, organizada pela Artilharia Divisionária da 1ª Divisão de Exército (AD/1), foi retomado, no Campo de Instrução de Gericinó, o tradicional “Tiro do Recruta”, uma demonstração de todos os materiais de Artilharia existentes no Rio de Janeiro, direcionada para jovens soldados recém-incorporados ao Exército.

 


A demonstração teve início com a contextualização do emprego da Artilharia numa situação tática, na qual a 1ª DE conduziu um ataque coordenado, seguido de uma operação de junção com a Bda Inf Pqdt. Em seguida, houve a execução de tiros indiretos por baterias do 31º GAC Es e do 11º GAC e, na sequência, a execução de tiro direto, simultaneamente a uma demonstração do material de todas as Unidades participantes.


Este ano, a coordenação coube ao 11º Grupo de Artilharia de Campanha (11º GAC), mas todas as organizações militares de Artilharia da Vila Militar fizeram-se presentes com seu material de dotação: o 31° Grupo de Artilharia de Campanha (Escola) (31º GAC Es), o 8º Grupo de Artilharia de Campanha Paraquedista, a Escola de Artilharia de Costa e Antiaérea, o 1º Grupo de Artilharia Antiaérea e a 21ª Bateria de Artilharia Antiaérea Paraquedista.


Após as palavras do Gen Ex Campos, oficial da ativa mais antigo no local, a atividade foi encerrada com todos entoando juntos a última estrofe da Canção da Artilharia, simbolizando a reverência dos militares de ontem, de hoje e do futuro ao Patrono da Artilharia, Marechal Mallet.


A atividade contou com a presença de diversas autoridades da ativa e da reserva, dentre as quais o Chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército, Gen Ex Campos; o antigo Comandante Militar do Leste, Gen Ex Muniz; os antigos Ministros do Superior Tribunal Militar, Gen Ex Conforto e Gen Ex Fernandes; o antigo Chefe do Departamento de Ensino e Pesquisa (atual Departamento de Educação e Cultura do Exército), Gen Ex Castro; além de outros oficiais-generais e comandantes de organizações militares da Guarnição.


A assistência foi composta pelos 1.500 recrutas das organizações militares da 1ª Divisão de Exército (1ª DE) e da Brigada de Infantaria Pára-quedista (Bda Inf Pqdt), por Cadetes do Curso de Artilharia da Academia Militar das Agulhas Negras e por alunos do Centro de Preparação de Oficiais da Reserva do Rio de Janeiro e do Colégio Militar do Rio de Janeiro.

 

Fonte:11º GAC
Publicado:$pubDate