Resenha

Retornar para página inteira
Embraer prepara a apresentação oficial do KC-390
02 out 2014

Por Virgínia Silveira | De São José dos Campos

 

A Embraer está nos preparativos finais para a apresentação oficial do cargueiro militar KC-390, marcada para o próximo dia 21. Maior avião já produzido pela Embraer, o KC-390 será utilizado para transporte tático militar e também como avião de reabastecimento. O novo cargueiro vai substituir as aeronaves C-130 Hércules da Força Aérea Brasileira (FAB), fabricadas na década de 70.

A cerimônia de lançamento da aeronave deverá contar com a presença do Ministro da Defesa, Celso Amorim, por se tratar de um projeto estratégico para o país, segundo informou sua assessoria de imprensa.

A Embraer informou que o evento está marcado para começar às 11 horas e será realizado na fábrica de Gavião Peixoto (SP), onde a empresa concentra a produção das aeronaves de defesa.

Segundo o Valor apurou, o primeiro voo da aeronave deverá acontecer três semanas após essa apresentação oficial.

O contingenciamento de verbas para a área de defesa afetou o cronograma de liberação de recursos para o projeto este ano, que chegou a acumular um atraso de R$ 500 milhões. Segundo fontes ouvidas pelo Valor, para não comprometer o cronograma de lançamento e o voo do KC-390, a Embraer destinou recursos próprios para o desenvolvimento final da aeronave.

O programa de desenvolvimento e produção do jato de transporte militar KC-390 vai absorver um investimento total da ordem de R$ 12,1 bilhões. Deste valor, o contrato de produção de 28 aeronaves para a FAB, assinado este ano, representa cerca de R$ 7,2 bilhões.

A fabricante brasileira projeta uma fatia entre 15% e 20% no mercado potencial de 728 aeronaves na categoria do KC-390 para os próximos 20 anos.