documentos à Imprensa

NOTA À IMPRENSA - Prisão de militar do Exército Brasileiro

Sobre a prisão de militar ocorrida no Rio de Janeiro no dia 22 de abril de 2019, o Exército Brasileiro informa que o Tenente-Coronel Alexandre de Almeida foi preso em flagrante delito por posse ilegal de arma não registrada, em decorrência de diligências provenientes de Inquérito Policial Militar (IPM) instaurado pelo Comandante da 1ª Região Militar (1ª RM) em abril de 2019.

O referido IPM foi aberto para apurar indícios de crime militar decorrente de irregularidades identificadas em auditorias internas, realizadas periodicamente nos sistemas e nos processos relacionados ao Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados da 1ª Região Militar (SFPC/1).

Cabe destacar que foram apreendidas armas de uso de colecionadores, atiradores e caçadores (CAC), não havendo indícios de tratar-se de armamento orgânico da Força Terrestre.

O Tenente-Coronel Alexandre de Almeida não responde pela função de Chefe da SFPC/1 desde agosto de 2018.

         O Exército Brasileiro não se pronunciará ou emitirá qualquer tipo de informação sobre o conteúdo do IPM instaurado pela 1ª Região Militar até o término das investigações.

Cumpre destacar, ainda, que o Exército não compactua com qualquer tipo de irregularidade praticada no seu meio, repudiando veementemente fatos desabonadores da ética e da moral que devam estar presentes na conduta de todos os seus integrantes. A Força se empenha, rigorosamente, para que eventuais desvios de conduta, sejam corrigidos, dentro dos limites da lei.

 

Brasília, 25 de abril de 2019.

 

Atenciosamente,

 

CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DO EXÉRCITO

EXÉRCITO BRASILEIRO

BRAÇO FORTE - MÃO AMIGA