Missões de Paz

Operação das Nações Unidas na Costa do Marfim

O Conselho de Segurança expediu, em 27 de fevereiro de 2004, com base no Capítulo VII da Carta das Nações Unidas, a Resolução nº 1528. Nela estabelece a Operação das Nações na Costa do Marfim (UNOCI), a partir de 4 de abril de 2004, em virtude da situação daquele país constituir uma ameaça a paz e a segurança internacionais da região.

A UNOCI substituiu a Missão das Nações Unidas na Costa do Marfim (MINUCI), missão política estabelecida pelo Conselho de Segurança em maio de 2003, com o mandato de facilitar a implementação do acordo "Linas-Marcoussis", complementando as operações das Forças Francesas e da Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO).

O Brasil participa, desde outubro de 2003, com 7 (sete) militares:

- no Estado-Maior da Força de Paz: 1 (um) da Marinha; 1 (um) do Exército e 1 (um) da Força Aérea.
- como Observadores Militares: 3 (três) do Exército e 1(um) da Marinha.