Fundação Habitacional do Exército

The Army Housing Foundation is an institution related to the Army and was created by Law in 1980. It is responsible for the management the Savings and Loan Association – POUPEX, whose mission is to promote the quality of life of its clients, providing access to a home and to the Association’s products and services

Since its creation the foundation has concluded 138 ventures in several locales throughout the national territory. It offers, also, different products in advantageous conditions with the guarantee, stability and credibility of the brand FHE.

Indústria de Material Bélico

IMBEL (Brazilian Ordnance Company) is a company connected to the Ministry of Defence through the Brazilian Army, to whom it provides portable guns, ammunition, explosives and communications equipment.

It is also the training field for engineers graduating from the Army Military Institute of Engineering, who obtain experience in production processes and in industrial development. The company keeps an ever-updating production engineering team, creating its own technology, which is internationally competitive.

The tradition and experience in producing military equipment resulted in the development of a wide range of items destined to the civilian public with similar or derived technology. Given the strict approval requirements specified by the Army Technological Centre and the Army Assessment Centre, the quality of the IMBEL products follows well-known international standards.

In joining advanced manufacturing techniques with the talent and professionalism of its team, IMBEL conceived a competitive strategy that has made it possible for the Company to conquer niches in important and extremely demanding markets all around the world. The brand IMBEL é known domestically in the Defence sector and is acknowledged by the National Institute of Industrial Property (INPI) and the United States Patent and Trademark Office.

fundação osorio

As primeiras idéias sobre a criação da Fundação Osorio remontam ao ano de 1907, quando três oficiais encarregados dos festejos do centenário de nascimento do Marechal Osório apresentaram, também, a necessidade de se criar um orfanato com vistas à educação das filhas órfãs de militares de mar e de terra falecidos na Guerra do Paraguai, à semelhança do que já se fizera em relação aos meninos, para os quais fora criado o Imperial Colégio Militar do Rio de Janeiro (CMRJ), em 1889.

Eram eles o Tenente-Coronel Jônatas de Mello Barreto, o Tenente-Coronel Antônio José Dias de Oliveira e o Capitão José Feliciano Lobo Viana. Buscaram o apoio do Marechal Mallet, filho do Patrono da Artilharia, e do Ministro da Guerra da época, o Marechal Hermes da Fonseca. A idéia gerou grande entusiasmo.

Criou-se uma Associação e buscou-se angariar recursos para a concretização do novo sonho. Pouco a pouco o grupo perdeu impulsão, culminando com a dissolução daquela Associação.

As ações ficaram estagnadas, mas não os ideais.

Em 1921, finalmente, foi sancionado Decreto Legislativo autorizando o Poder Executivo a criar o Orfanato pretendido, o que ocorreu pelo Decreto 14.856, de 01 de junho, data de nosso aniversário.

O fato de o Orfanato ter sido colocado subordinado ao Patronato de Menores, entidade de assistência e previdência privada, gerou descontentamento, até que, em Decreto de 27 fevereiro de 1924, surgiu a sonhada autonomia de nossa instituição, já com o nome de Fundação Osorio. Suas obras foram concluídas em 1926, dando-se a inauguração em 24 de maio daquele ano, com a presença de representante do Presidente da República e outras autoridades.

A partir de 1993, a Fundação, que era exclusivamente destinada a meninas, passou a admitir, também, alunos do sexo masculino.

A Lei Nr 9026, de 10 de abril de 1995, vinculou-a ao Exército, por intermédio do qual tem consignados no Orçamento da União os recursos para seu custeio e sua manutenção.

Acesse a página da Fundação Osorio.