Avisos

Centro de Instrução de Operações Especiais – Recebe denominação histórica

Centro de Instrução de Operações Especiais recebe denominação histórica


A Portaria Nº 766, de 1º de julho de 2015 concedeu ao Centro de Instrução de Operações Especiais, com sede na cidade de Niterói (RJ), a denominação histórica “CENTRO DE INSTRUÇÃO CORONEL GILBERTO ANTÔNIO AZEVEDO E SILVA”.
 

O Coronel GIlberto ingressou na carreira militar em 1º de maio de 1942, na Escola Preparatória de Fortaleza (CE). Seguiu para a antiga Escola Militar do Realengo, em 5 de fevereiro de 1943, tendo completado o curso na Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), em Resende (RJ), e sendo declarado aspirante-a-oficial da Arma de Infantaria em 16 de agosto de 1945, na primeira turma de oficiais formada pela AMAN.
 

Apresentando-se à então Escola de Paraquedista, em 1951, concluiu o Curso Básico Páraquedista, o Curso de Mestre de Saltos e o Curso de Precursor Páraquedista. Neste, foi classificado em primeiro lugar. Em 1954, concluiu com aproveitamento o Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais. No ano de 1956, foi enviado aos Estados Unidos da América, onde cursou o Infantry Communications Officer Course, o Basic Airborne Course, o Jumpmaster Course, o Air Transportability Course e o Indotrination Course.
 

Retornando ao Brasil, o então Major Gilberto foi o idealizador e o instrutor-chefe do primeiro Curso de Operações Especiais no Exército Brasileiro, em 1957. Esse curso, no qual atuou como criador, diretor e instrutor, é considerado o embrião do atual Centro de Instrução de Operações Especiais. Passou para a reserva em 11 de julho de 1966, no posto de Coronel.

 

 

Fonte:  

 

 

 

Publicado: 08/07/2015 - 18:23